Experiências fotográficas em filme e outras analogias...

Provavelmente uma das cameras mais antigas da minha coleção, pelo menos é que está a mais tempo comigo (desde criança). Era a camera de minha bisavó, estava entre meus brinquedos desde sempre, até o dia que resolvi consertar seu obturador com um pedaço de corda de guitarra e colocar uns filmes 120 PB nela.

Daí em diante foi só alegria, diversos filmes depois, uma modificação para formato 6×6 (era formato 6×9 originalmente), algumas limpezas, e ainda firme e forte no funcionamento, essa camera tem mais algumas dezenas de anos na ativa pra gastar.

A última informação que tenho é que foi fabricada nos anos sessenta pela FOTOBRAS em Curitiba, Paraná.

Especificações

  • Filme: 120
  • Formato: 6×9 (opção pra 6×6 por gambiarra)
  • Velocidade: 1/40 (aproximadamente)
  • Lente: não faço idéia
  • Abertura: 5.6 (talvez)

Mais fotos


Links

Leia mais:

Artigo anteriorIlford defende fotografia analógica com câmera pinhole 8x10 Próximo artigoConstrua um ring light de led

Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber a newsletter com notificações de novas publicações por email.

20 comentários

  1. telma diz:

    Vc não vai acreditar.. achei uma igualzinha aqui em casa tb.. acredito que a sua está em melhor estado de conservação.. apesar que a minha tem até estojo..

    Mas, o mais interessante. Eu realmente não entendo como ela funciona. Não entendo este rebobinador.. não consigo imaginar o filme como fica preso e mto menos pra que serve o buraco na tampa.

    enfim.. digitei no google e pra minha surpresa apareceu o seu blog.

    fica registrado meu comentário..

  2. Que legal, nunca conheci alguem com uma camera exatamente igual a minha, mesmo.

    A arrow é uma camera 120, usa filme antigo em rolos maiores como esse:

    O buraco na tampa é pra você ler o número do frame em que está, pois o filme 120 tem um papel que o protege da luz. Ele não é como um filme 135 que fica dentro de um cartuchinho. Ele é mais como um rocambole, onde o filme é o recheio e o papel é a massa.

    O filme 120 não precisa ser rebobinado, ele passa de um rolo pro outro. O rolo que fica vazio você coloca no lado onde fica o botão de avanço, pra receber o filme do filme novo. É meio complicado a primeira vista, mas depois acostuma, rs. Se vc apertar o botao de disparo do lado da camera ela tem q fazer um barulho tipo clac clack, ai vc sabe q está funcionando, ou abre a camera e dispara olhando atraves da lente o fundo dela aberto.

    Ela é legal, arranha o filme, deixa com aspecto antigão, bem bacana.

    Depois disso acho que irei fazer um passo a passo de uso dela.

  3. Telma diz:

    Olha que legal! Conheci outra pessoa que tb tem esta camera! mas ela, assim como eu não faz idéia de como usar.

    E minha desilusão foi curada!! ((qdo vc disse que sua polaroid não estava a venda partiu meu coração,rs. ))Comprei uma polaroid igual a que sua.. Ela foi bem mais barata que o papel.. ahaha.. mas quem se importa? rs

    ah, só pra saber… a polaroid só dispara o flash e o shot, com o cartucho de filme, né? ou então eu devo ter acabo de quebrá-la..

  4. Telma diz:

    Ah, faz o passo a passo sim!! Sei de mais pessoas que têm curiosidade em saber como ela funciona!!

  5. RAY CARNEIRO diz:

    adooorei é o maximo, linda d+ d+ d+ quando eu crescer cou ter uma desta podi crer….vou jogar na loteria e ganhar…. hahahahahahahahahahhah

  6. Leah diz:

    Olá. adorei o seu site, parabéns!

    Seria mesmo uma ótima idéia um passo a passo. ou um post de como a foto fica, né?

    té mais

    Leah

  7. Tá bão, atendendo a pedidos vou montar um step by step das cameras mais “votadas” aqui, então peçam nos comentários que só vou fazer das mais mais…

    ps. o “step by step” é em homenagem a volta de boys bands que tão mais pra uncle bands…

  8. pedro diz:

    Olá, tbm tenho uma dessa, e uma da kodak mais antiga um pouco
    tenho varios modelos de cameras antigas, se puder entrar em contato, envio algumas fotos das cameras

  9. Olá, eu também tenho uma dessas igual a sua, mas como “muitos de nós” não entende nada… Rsrsrssrs
    A minha está num estado de conservação um pouco pior, mas logo logo estarei fazendo uma manutenção! Abraços!

  10. André Mota diz:

    Só pra completar, a minha é uma SIX-20 ‘Brownie’ E

  11. celio amaral diz:

    onde posso encontrar o filme 120 hoje em dia se voce puder me ajudar eu ficarei muito grato

  12. Oi Celio, o filme você acha em lojas como diafilme.com.br, no mercado livre e em algumas lojas do centro de SP. Fora isso é bem difícil de achar…

  13. Julio diz:

    Julio (xará), muito legal seu blog e ótimo você ajudar a conservar este “polo de resistência” que é a fotografia com filme. Essas câmeras box são demais, registraram a infância de muitos marmanjos que hoje exibem suas nikons full frame. Lembro da antiga Kapsa, uma câmera bem parecida com a sua e era feita pela D.F. Vasconcelos na década de 60-70. Parabéns pelo excelente trabalho.

  14. Valeu, Xará!
    Então, eu tive também uma Kapsa (ponto vermelho). Ótima, por sinal! Vamos fotografando com filme que ele dura. Pelo menos enquanto alguns malucos continuarem como a gente usando…

  15. Artur viana diz:

    Eu achei uma na rua q sorte a minha
    So uma pergunta
    Qual o valor dela

  16. Artur, não faço ideia do preço. Já vi por R$ 20,00 e por R$ 200,00. Mas não pagam esse valor mais alto… mas fique com ela e gaste uns filmes. Vale muito a pena!

  17. Monique diz:

    Que legal!
    Eu tenho uma câmera bem parecida que sempre guardei como lembrança do meu avô, mas agora resolvi tirar do armário e usar. Levei em alguns lugares mas nenhum tem peça pra reformar. Está faltando o botão de fora que gira o filme, vou tentar construir um com outros materiais. A lente está suja e os visores também. Vc sabe se dá pra abrir ela pela frente pra limpar? Pra ver se da eu preciso descascar o couro que cobre ela, que já está muito quebradiço, parece plástico.

  18. Monique, que bacana que tem uma dessa! Ela merece voltar a funcionar, é uma ótima câmera que dá uns resultados bem vintage, a minha arranha tudo o filme, por exemplo, e adoro!

    Para abrir a tampa nÃo precisa mexer no revestimento, a face frontal é presa por pressão. Aperte o corpo na lateral perto da junção com a face (dá pra ver até o encaixe) e puxe a tampa com carinho e firmeza. Ela deve soltar. Acho que dá pra fazer um vídeo explicando o processo de abertura da frente, e mostrar onde pode limpar. É muito simples, você vai ver. Mas cuidado para não quebrar os espelhos, isso que tem que tomar mais cuidado.

    E boa sorte e boas fotos!

  19. Julio Cesar diz:

    Olha turma, ali na Rua dos Andradas, travessa da Sta. Ifigênia (São Paulo) tem umas lojas com botões de baquelite que se parecem muito com a chave de “rewind” dessas câmeras. É coisa de R$ 5,00 ou um pouco mais e se prende a um eixo com um parafuso embutido. Branco, preto, vermelho, cinza, tem para todos os gostos. Coloquei um numa das minhas Kapsas e tá funcionando. Julio

  20. Ótima ideia Julio!

O que você acha?

Nome obrigatório

Website