Experiências fotográficas em filme e outras analogias...

A lensbaby é aquela lente que surgiu de repente como uma solução tilt/shift tabajara que é bem acessível (pra quem está na gringolândia) e que permite um uso mais criativo do foco/desfoco bem semelhante a deixar a lente solta na frente da câmera e ficar brincando com ela.

Que tal fazer a sua própria lensbaby?

Para nós que vivemos nessa maluquice do dólar, somado aos impostos insanos e custos exorbitantes de frete, sobra apenas buscar na interwebz tutoriais que ensinam como reproduzir as distorções maneiras da lensbaby original, com o menor custo possível (claro). Não fica perfeito, nem exatamente como na original, mas chega perto de uma forma bem interessante. E muito mais acessível.

Quando vi o vídeo do maluco montando uma do nada, usando fita isolante e tal fiquei doido procurando os elementos que usaria pra montar minha primeira lente. E achei tudo que precisava dentro de casa!

Pra mim foi bacana, tive um custo que tende ao zero já que todos, e eu digo TODOS, os itens necessários estavam dando sopa na minha maletinha de quinquilharias, só esperando o momento certo de se juntarem como um grande Megazord ótico/analógico.

Mas tenho certeza que se procurar nas feirinhas ou lojas de foto com estoque antigo vai sair bem mais barato e divertido do que comprar uma lensbaby.

Lista de materiais

E aí vai a listinha (adaptada por mim, pode ajustar aos seus trecos):

  1. 3 filtros macro +4 (aqueles de rosquear na lente da tua câmera)
  2. 1 Anel de extensão M42 para macrofotografia (o menor que tiver)
  3. Câmera SLR M42 (minha pentacona Spotmatic Preta)
  4. Fita isolante (ou câmara de ar de bicicleta)
  5. Colorset preto para fazer discos com aberturas diversas (como os que fazemos para bokeh personalizado)

Mas porque usar anéis de extensão e não um bodycap (as tampas para fechar o corpo da câmera quando sem lente)? O bodycap é de plástico e vai desgastar até quebrar, principalmente porque você vai ficar movimentando a lente pra lá e pra cá fazendo o foco/desfoco, então firmeza é um ponto importante na ligação com a câmera.

E porque M42? Simples, porque era a que tinha na mão. Eu tinha a câmera e os anéis, não precisava sair pra comprar. Mas a ideia básica é usar um elemento desses kits de anéis de extensão pra macro (compatível com sua câmera, né), uns filtrinhos macro de rosquear na lente e fita isolante. Tudo muito, mas muito simples e acessível. Mais simples que isso seria duas lupas e só fita isolante, mas acho que ia melecar demais nossas queridas SLRs, não?

E porque SLR? Ah, vá. É pra te ver melhor, chapéuzinho. Quer dizer, precisamos da SLR pra ver a zoeira toda acontecendo com a imagem, exatamente como deve sair no filme. Aliás, a SLR é a câmera para gambiarras por excelência! Dá pra trocar lentes, ou coisas na frente no lugar de lentes, você enxerga ao vivo o que está acontecendo e vê exatamente o que vai sair no filme, alé de serem estilosas e fazerem aquele barulhão de máquina fotográfica de verdade.

Mas vamos para o que interessa, né? Como fazer essa bagunça com a sua SLR!

Procedimento complexo de montagem

  1. Coloque o menor anel de extensão na sua câmera.
  2. Coloque um “obturador” entre os anéis de macro pra fechar um pouco a abertura e aumentar a profundidade de campo.
  3. Ligue o anel de extensão aos filtros macro (que já devem estar rosqueados um no outro, claro) com cuidado para que a imagem esteja focada no infinito, usando a fica isolante para formar um tubo flexível porém isolado de luz entre os filtros macro e o anel de extensão.
  4. Se quiser ser mais limpinho, use um pedaço de câmara de ar de bicicleta, e prenda com aquelas presilhas de metal.
  5. Teste o foco mexendo na lente, entortando o tudo de fita isolante.
  6. O resultado é instantâneo! E claro, tem todas aquelas aberrações cromáticas de uma lente não corrigida, sem camada antireflexo, sem nada. Tosca, como a primeira Lensbaby!

Fica mais legal em preto e branco! Fotos dos resultados, em um próximo artigo ;)

Leia mais:

Artigo anteriorWilliam Eggleston In the Real World, assista o documentário

Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber a newsletter com notificações de novas publicações por email.

O que você acha?

Nome obrigatório

Website