Experiências fotográficas em filme e outras analogias...

Já publiquei aqui várias maneiras de fazer dupla exposição. De todas, essa é a mais “picareta”, digamos assim. Bem safada até.

Das inúmeras técnicas de dupla exposição essa é, de longe, a mais simples. Mas sem sombra de dúvida os resultados podem ser interessantíssimos. O mais legal: serve pra qualquer câmera, qualquer filme e quase qualquer situação de luz!

Leia mais no site da Lomography:

Leia mais:

Artigo anteriorKodak Pro Image Club, o programa de fidelidade pra ~fotógrafos profissionais~ Próximo artigoPaul McCartney e uma Rolleiflex

Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber a newsletter com notificações de novas publicações por email.

1 comentário

  1. Bruno diz:

    Putz.

O que você acha?

Nome obrigatório

Website