Experiências fotográficas em filme e outras analogias...

Em 1972 a Revista Life Magazine entrevistou o Dr. Edwin Land, que maravilhou o mundo com a sua invenção: a câmera com filme instantâneo. E nessa entrevista bacana ele contou mais sobre o processo de criação e as vantagens da fotografia instantânea, além de apresentar a maravilhosa SX-70, que até hoje é um sonho de consumo e uma bela peça de engenharia.

Na época a polaroid já tinha chacoalhado o mundo da fotografia com os filmes peel-apart (aqueles que tem que ser separados, o negativo do positivo) e agora tinha essa novidade que eram os filmes integrais, que saem da máquina, se revelam por si mesmos, sem interferência alguma do fotógrafo.

Vale lembrar que as Polaroids antes da SX-70 eram monstros enormes que criavam uma bagunça com restos de filmes pra um lado, imagens positivas para outro, além de não serem nada portáteis nem terem as maravilhas do foco com a imagem real que as SLR e TLR da época proporcionavam!

Um Gênio e sua câmera mágica!

A SX-70 era, como descrita na revista, a mais complicada câmera simples já vendida. Complicada pelas traquitanas mecânicos e óticos totalmente móveis que se escondiam dentro da pequena câmera que permitiam que ela fosse dobrada sobre si mesma para ser guardada como uma carteira. Desdobrada, espelhos e lentes permitiam fazer o foco com a imagem que entrava pela própria lente e, como nas câmeras SLR de 35mm, ao se clicar um espelho se levantava e refletia a imagem sobre o filme. Uma beleza de engenharia, que dá pra ver em uma animação bacana naquele vídeo promocional feito pelo escritório Eames.

Até hoje essa maravilha deixa os fãs da fotografia analógica, em especial da instantânea, babando. Leia mais dessa história abaixo.

Leia a revista

Capa

Página 3

Página 42

Página 43

Página 44

Página 45

Página 46

Página 47

Página 48

Baixe a revista

Links

No flickr tem muita coisa legal feita com essa pequena notável, não só fotos com ela mas fotos DELA, desde desmontada, até posando como modelo, invertendo sua natureza.

O site Polanoid, aquela rede de viciados em polaroid criada pelo cara que saiu da lomography e blá blá blá também tem muita coisa (algumas bem #NSFW, diga-se de passagem) que vale a pena conferir.

Leia mais:

Artigo anteriorPôster da Pentax com câmeras de 1953 até 2011 Próximo artigoExperimente o foco suave como (d)efeito especial desse adaptador fisheye

Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber a newsletter com notificações de novas publicações por email.

O que você acha?

Nome obrigatório

Website