Experiências fotográficas em filme e outras analogias...

Free film canisters

O filme de rolo é a solução quando a gente começa a fotografar muito com analógico e quer gastar menos com filme, que cada dia está mais caro. Na internet você encontra muitas soluções e diversos preços. E também com muitos nomes: filmes rebobinados, bulk loading, etc. Enfim, você vai produzir seus próprios rolos de filme em casa.

Filme

São latas de 30 metros que rendem em média 18 rolos de 36 poses, um pouco pra mais um pouco pra menos. Os melhores filmes são os vencidos, que encontra mais barato no ebay, principalmente. Mas preto e branco tem os melhores preços mesmo não vencidos. Aqui no Brasil tem fácil os Ilford em torno de R$ 350,00 e o Ultrafine em torno de R$ 200,00.
Claro que se comprar no exterior fica bem mais barato, mas corre o risco de cobrarem imposto na entrada no Brasil e necessita ter cartão de crédito internacional.

Rolinhos vazios

Isso é o mais fácil e barato. Peça os rolos vazios para o lab onde você revela seus filmes. Eles vão ter que jogar fora mesmo, vão te dar com o maior gosto. Se puder, peça sempre da mesma marca de filme, senão gaste um tempinho no computador e faça etiquetas maneiras para cobrir o rolinho e identificar qual filme está lá dentro.

Rebobinador

I'm Going Bulk

I’m Going Bulk por Redfishingboat (Mick O), no Flickr

Rebobinadores também tem aos montes, desde os mais simples aos mais complexos. Se puder, recomendo comprar um com contador de frames. O meu é um dos mais simples, tenho que estimar o número de frames por voltas da alavanquinha dele.
Para usar é bem simples:

  1. No escuro coloque o filme de rolo dentro do rebobinador
  2. Feche deixando uma ponta pra fora
  3. Grude essa ponta no rolinho que vai receber o filme novo
  4. Recarregue o rolinho com 36 poses (contando voltar ou usando o contador, de acordo com o seu rebobinador)
  5. Corte o filme e grude a ponta num novo rolinho e comece tudo de novo

Attaching the film

Attaching the film por Jim O’Connell, no Flickr

O Damião Santana fez um videozinho bacana tempos atrás, explicando bem essa coisa toda.

É fácil, não requer prática nem habilidade!

Identificando os rolos

Aí o que vale é a criatividade. Pode imprimir em adesivo, usar etiqueta datilografada, desenhar com canetinha de retroprojetor, ou o que mais sua imaginação mandar. O que importa é identificar o filme pra não dar confusão depois que misturar com os outros filmes.

Dicas

  • Eu costumo usar rolos de filme vazios do mesmo ISO que os novos, caso queira usar em câmeras que regulam isso automaticamente com o código DX
  • E também da mesma marca, pra ficar tudo homogêneo pois eu não gosto de fazer etiquetas

Agora toda vez que alguém reclamar que tá difícil de achar filme, que estão caros, e etc, mostre sua gaveta de legumes cheia de rolinhos rebobinados! É viciante!

Leia mais:

Artigo anteriorHolga é a primeira toycamera fotografando na estratosfera Próximo artigoPetzval, a Sociedade Lomográfica e o relançamento de uma velha lente dourada

Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber a newsletter com notificações de novas publicações por email.

4 comentários

  1. Reginaldo diz:

    Eu uso esse sistema, mas bobino manualmente (sem bobinador, no darkroom). Já comprei rolo de 17 metros de filme Ilford no eBay por R$80,00, então vale muitíssimo a pena! Também já usei esse sistema manual para carregar filmes soviéticos Svema, pois na caixinha vem apenas a película, você tem que colocar em um rolo. Fiz isso com um filme Svema ISO 32 vencido em 1993, e após a revelação (que eu mesmo faço), a alegria em ver que as fotos ficaram ótimas foi tão grande que estou importando mais um lote de filme velho! O meu próximo objetivo é fotografar com um rolo que comprei que venceu no ano em que nasci (não vou divulgar que ano é esse :D).

  2. adriana Barbosa diz:

    por favor onde encontro para comprar 30 rolinhos de filme 35mm vazio quero fazer os convites do niver do meu esposo (ele é fotografo amador). Sou de Campinas/SP.

  3. Adriana, isso é difícil de achar para comprar. Se você for em lojas de fotografia na sua cidade é só pedir os rolinhos vazios, eles costuma jogar fora mesmo e vão te dar de graça. Espero que consiga!

  4. Quando compra no ebay ou outro site fora do Brasil, para entrar no Brasil não passa por raiva X?
    Isso interfere na qualidade?

O que você acha?

Nome obrigatório

Website