Experiências fotográficas em filme e outras analogias...

FP-100C morreu pelas mãos da Fuji - DXFoto

Nos últimos anos a Fuji vem sistematicamente cometendo assassinatos na sua linha analógica, eliminando um filme após o outros em prol da sobrevivência nesse mundo cão da imagem moderna e digital. Pelo menos é o que eles alegam. O coitado da fez é o incrível FP-100C, filme instantâneo do tipo peel/apart (aqueles que você desgruda um lado do outro pra ter uma imagem positiva e uma negativa). Esse filme era a última opção para quem usava câmeras como as velhas polaroid que usavam esse tipo de filme, já que a Impossible focou em fazer filmes integrais compatíveis com as Polaroid SX-70 e as 600.

Mittler ring (FP-100c neg.) FP-100C

Save Kodak

Uns anos atrás rolou uma campanha online para tentar salvar a Kodak que ia de mal a pior. Não salvamos, mas o que restou da empresa continuou de certa forma com outro nome, a Kodak Alaris, que tem se esforçado para manter os filmes vivos, principalmente os de cinema, com a ajuda de caras legais de Hollywood como o Tarantino (que aliás rodou os 8 odiados em gloriosos 70mm).

Mas a Fuji não, implacável em manter-se competitiva tem passado a katana nas linhas de filmes que não oferecem um rendimento razoável para eles.

Então, em 2016 pode ter sido o fim dos estoques de FP-100C. Se você gosta desse filme, recomenda-se estocar se achar alguma a venda ainda.

Vídeo maneiro com FP-100C e retratos

E claro, ela tem lançado câmeras digitais com cara de analógicas na mesma proporção que acaba com os filmes. Coisa feia dona Fuji, não podemos dizer que a Senhora é amiga dos filmes.

Leia mais:

Artigo anteriorNo #instagram, não instalei isso na LC-A por não conseguir desmontar a tampa por um parafuso! Próximo artigoPinhole 135 de papel fácil de montar e de graça

Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber a newsletter com notificações de novas publicações por email.

O que você acha?

Nome obrigatório

Website