Experiências fotográficas em filme e outras analogias...

É fato que as câmeras fotográficas clássicas de filme 135 despertam a paixão dos fotógrafos do mundo inteiro. Quem não gostaria de fotografar (e ser fotografado fotografando) com uma bela Leica M6, uma Yashica Eletro 35 ou uma Canon Canonet? Além de serem exemplos de engenharia e performance, são lindas.

A Fuji está correndo atrás desse público com sua Finepix X100. É uma câmera digital, mas com visual e controles semelhantes a uma câmera analógica clássica. Tem como não ficar babando?

E suas especificações são interessantes também. É do tamanho de uma câmera compacta mas tem sensor APS-C com 23.6 x 15.8mm (lembram da Olympus Pen de filme? É, meio quadro aproximandamente), com lente equivalente a uma 35mm e faz RAW. Ela tem também um viewfinder ótico, o que é legal pois você pode fotografar do jeito tradicional, olhando pelo visor e não com os braços esticados olhando uma tela de LCD. Eu sempre prefiro usar o visor.

É uma câmera com toques clássicos aliados às facilidades digitais. Algo que esperamos há tempos. Tudo bem que já tinha a Leica M9 e a família Olympus PEN digital (entre outras) mas essa Fuji é a que mais tem cara de câmera clássica e é relativamente acessível a maioria (uma Leica M9 custa os olhos da cara + um pulmão).

Enfim, é instigante e claro que dá vontade de experimentar uma. Não é uma substituta ao querido filme, mas é uma bela câmera digital que junta o que tem de bom nos dois lados dessa moeda.

Links

http://www.finepix-x100.com/
Review completo no Dpreview
Galeria de fotos no Dpreview

Leia mais:

Artigo anteriorLentes Leica: fabricando sonhos. Próximo artigoFuji DL-50

Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber a newsletter com notificações de novas publicações por email.

O que você acha?

Nome obrigatório

Website