Experiências fotográficas em filme e outras analogias...

É fácil, rápido, não requer prática nem habilidade. Basta força de vontade, uma kodak instamatic, paciência e seguir este passo a passo. Ainda na versão 1.0,  ele funciona mais ou menos, mas já dá pra fotografar com filme 135 nela. Agora o próximo passo é testar com filmes coloridos.

Tutorial


Coloque duas camadas de EVA preto coladas na tampa da instamatic, de modo que tampe a janela transparente da tampa. Ela ajuda a manter o filme esticado e protege da luz. Recomendo usar fita dupla-face daquelas mais finas.


Corte o pino de metal da parte onde vai correr o filme, esse pino vai atrapalhar o avanço do filme 135, tire fora.


Coloque EVA em tiras perto da trava da tampa pra prevenir entradas de luz, e cerque todas bordas da camera com feltro auto-adesivo (isso tem em loja de material de costura, vende em tiras).


Prepare o rolo de filme para ser usado na câmera. É preciso cortar parte do topo do rolo para que caiba dentro da camera.


Use um alicate de corte para livrar do excesso de plástico do rolo.


É preciso cortar bem rente mas com cuidado para não detonar o rolo e deixá-lo travado, pois sua camera não irá conseguir puxar o filme direito.


Corte a ponta do seu filme para fixá-lo ao outro rolo que será usado como recipiente para receber o filme depois de ser todo exposto.


Cole bem a ponta do seu filme na ponta de filme do rolo vazio. Rolos vazios você pode conseguir facilmente e de graça nos laboratórios por aí. É só pedir.


Agora precisa preparar o outro rolo para ser puxado pela camera, basta cortar uns 2 milimetros mais ou menos do topo do rolo.


Tem que ficar mais ou menos assim, se ficar muito grande não entra na instamatic.


Corte um pedaço de chapa de alumínio (é, isso não vende em qualque papelaria, eu usei a capa de uma velha agenda toda estilosa).


É necessário fazer esse T em um material manipulável porém firme, pois vai ser ele a ser fixado no avanço da instamatic para girar o rolo 135.


Dessa forma dobrado ele se encaixa no avanço da camera e funciona girando o eixo do rolo de filme. É um trabalho manual que precisa encaixar tanto no filme quando na camera.


Já colado no lugar. Usei fita duplaface daquelas mais fofinhas, mas se der certo devo usar cola quente ou outra coisa mais forte, sei lá, araudite.


Note como a peça deve se encaixar no rolo de filme. As pontas devem estar encaixando no avanço da instamatic, faça quantas peças precisar até acertar as dobras e tamanhos.


Mudei de idéia e fixei o EVA direto na tampa, perto da trava de fechamento, para melhorar o isolamento de luz. O EVA no fundo da tampa pra proteger da luz (tem o tamanho da janelinha da tampa) e segurar o filme no lugar numa base plana.


Remova a moldurinha q vai dentro da camera, sei lá, pode ser que a área atingida pelo filme seja maior possível, ou não. Enfim, ela não serve pra nada pra gente mesmo, então tirei.


Esse é o rolo de feltro auto adesivo, cortei vários pedaços e fui colando nas bordas da camera aberta, aguns na tampa, para também resolver bem a questão da vedação de luz, já que com a instamatic nao se preocuparam com isso, já que o filme 126 vinha em cartuchos. O derretido ali embaixo onde vai o filme é pra ajudar a abrir espaço pra entrar com o filme, pois não quis cortar ainda mais o rolo, mas talvez fosse melhor cortar mais o rolo e deixar sem derreter ali.


Esses rolos deve vender em lojas de materias para costura, eu capturei da caixa de “ferramentas” da minha mãe. Ela costura.


A tampa da camera já devidamente encapada, protegida e isolada. Note que não tem EVA sobre os rolos de filme, o EVA fica toma muito espaço, preferi o feltro adesivo.


O interior da camera devidamente atolado de feltro adesivo, nas bordinhas onde a tampa encosta. A idéia é criar barreiras contra a entrada de luz na camera. Isso é legal, pois a técnica serve para isolar qualquer camera que esteja com a tampa meio frouxa.


Uma geral de como ficou, agora vendo o T de alumínio no lugar. Este é um beta teste, tá com um filme já na camera e estou testando pra ver como fica. Se der tudo certo, faço a adaptação na outra instamatic (da minie) e coloco os resultados aqui.

Como fotografar

A Instamatic não avança o filme o suficiente depois de feita essa gambi adaptação. Então recomendo avançar e clicar a maquina com a lente tampada umas duas vezes para dar espaço para as imagens não ficarem muito emboladas.
Faz assim: clica a foto. Avança o filme, clica mais uma vez com a lente tapada, avança pela segunda vez, clica mais uma vez com a lente tampada e avance. Aí já tá pronto pra clicar novamente com a lente aberta.
Divirta-se!

Resultado

instamatic [135 gambi]

instamatic [135 gambi]

Leia mais:

Artigo anteriorPrism Yard: mais um lugar para expor sua coleção Próximo artigoLomo LC-A, from Russia with Love

Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber a newsletter com notificações de novas publicações por email.

19 comentários

  1. damiao s diz:

    O tutorial eu não sei se funciona, eu nem tenho KI… mas uma coisa é certa. As fotos do tutor está lindas demais! :)
    Grande julito,

  2. Tato diz:

    Não achei nenhum plugin do Autoviewer para WordPress, mas o do Simpleviewer é este aqui.

  3. leilalampe diz:

    achei maravilhoso o tutorial, muito explicativo e visualmente belo! parabéns! :)

  4. vinicius diz:

    Cara, adorei o post, me iluminou aqui em casa…acabei de sair de um brechó e o cara me DEU uma dessas, é mole? Novíssima, limpa, lente e mecanismos ok…nem um arranhão! Sorte.

    O tutorial é excelente! O que vc acha de vedar ela por fora, com isolante ou esparadrapo? O EVA na tampa é providencial, mas acho que o feltro acaba soltando alguma coisa com o uso, e o movimento do filme etc…aí pode melar a fotografia! O mecanismo de avanço é uma autentica gammbiarra! sensacional!

    O palpite é só um pensamento…parabéns de verdade pelo esforço!

  5. Alexandre diz:

    Muito bom o passo a passo da conversão 135 x instamatic!
    Estou juntando o material pra fazer na minha também.
    Já revelou algum filme colorido 35mm usado na instamatic?

    Abraço

  6. julio[dx] diz:

    Ainda não, Alexandre. Mas acho que tá mais do que na hora de testar um colorido nela!

  7. Gabi diz:

    Nossa, que demais! Comprei essa câmera com um velhinho por dez pilas e não dava nada por ela, ia usar de enfeite, afinal sou só uma amadora…Quando resolvi pesquisar sobre, meu deus! To doida pra experimentar essa gambiarra básica! Obg

  8. anonimo diz:

    os passos 3 e 21 não estão aparecendo. o que se diz neles?

  9. julio[dx] diz:

    Anônimo (-_-),
    Eu republiquei o tutorial agora inteiro no blog, dá uma olhada lá que os passos todos estão aparecendo!
    Valeu!

  10. Acabei de comprar uma dessas. O cara que me vendeu disse que usava o filme de 35mm numa boa, ai fui tentar colocar e não entrou!
    Foi uma boa achar esse tutorial, mas achei complicado demais, não sei se vou conseguir fazer tudo isso :/
    Será que rola só de cortar a parte de cima do filme, sem cortar a pontinha de ferro que avança o filme? Vou perder 1 filme de 400 tentando hehehe
    mas valeu ;D

  11. julio[dx] diz:

    Beatriz, acho que até rola, só que acredito que o filme não avança o suficiente e trava, fazendo com que as fotos fiquem encavaladas. O ideal é seguir o tutorial, ou então conseguir um cartucho instamatic e adaptar o filme dentro (mas isso deixa difícil de revelar).
    Mas vale a tentativa. Um rolinho de negativo não é tão caro assim, né, e sempre pode fazer só a revelação no lab que fica baratinho, sem scan nem cópia, só pra confirmar se funciona.
    Se experimentar algo diferente não deixa de compartilhar aqui, se for legal até publicamos!
    Boa aventura!

  12. guilherme diz:

    e quanto às fotos?… eu estava pesquisando como obter sprocket holes e uma das soluções era pegar uma instamatic e colocar lá um filme 135. Pode-me mandar fotos pró mail por favor gostava de ver se com essa conversão dá prá tirar sprocket holes.

  13. Joe diz:

    Não entendi como o outro cartucho vazio irá puxar o filme? como é esse negócio de colar? Colar onde? Estou com os dois aqui em mãos e estou testando pra ver se realmente puxa, mas não tá dando certo.

  14. Tinha convertido a um tempo atraz usando uma bobina do rolo de camera descartavel… mas esse é bem mais pratico, tenho uma instamatic 177x com flash Frata Matic-X acabei de fazer a adaptação, agora é só sair clicando… vlw ;)

  15. Julia diz:

    Alguém pode me ajudar?
    Tenho um filme de cinema muito antigo e quero muito converter em DVD para dar de presente a um dos atores, que faz 70 anos. Estou com muita dificuldade em encontrar algum profissional que me ajude com isso.
    Alguém poderia me indicar quem faça?
    Aguardo e agradeço
    Julia

  16. Julia, isso não é o foco do blog, que é sobre fotografia, mas se você procurar em São Paulo por empresas de telecinagem deve ter alguém que possa te ajudar. Se não achar por telecinagem, alguém com um projetor poderia passar você filmar a tela. Mas não é fácil nos dias de hoje! Boa sorte!

  17. julia diz:

    Muito obrigada por sua ajuda.

    Abraço

    Julia

  18. douglas diz:

    Opa td bem? Eu tenho aqui uma instamatic e ja estou juntando os materiais pra fazer essa conversao mas ficou uma duvida: quando eu for avançar o filme e bater uma foto com a lente tampada vai gastar a pose ou nao? Agradeço desde ja

  19. Douglas, não se a lente estiver tampada. Eu faço esse procedimento para avançar o filme até uma posição que não vai “encavalar” uma foto sobre a outra. Se você fotografar normalmente fazendo uma foto com um avanço só elas vão ficar sobrepostas, entendeu? É pra abrir espaço entre cada imagem.

O que você acha?

Nome obrigatório

Website