Experiências fotográficas em filme e outras analogias...

Jupiter 3+ 1.5/50 Lomography - DXFoto

Já se tornando uma nova tradição, a Lomography lança mais um item na sua linha de Art Lens que é, pra variar, uma reedição de uma famosa lente russa: a Jupiter 3.

Para encaixe de rosca L39 da Leica (e todas as rangefinders russas antigas) a lente já vem com adaptador para o encaixe M da Leica. Adaptadores para câmeras digitais mirrorless são vendidos separadamente.

Um pouco de História


A original Jupiter 3 é, para variar um pouco, uma cópia da Carl Zeiss Sonnar 50mm f1.5 de 1931 para ser usada na Contax II/III. Foram de boa sendo feitas até chegar a segunda grande guerra e os russos finos “confiscaram” alguns equipos, projetos e levaram pra casa e começaram a fazer suas próprias câmeras. Nem só projetos de foguetes os russos faturaram na 2ª Guerra.

Enfim, como toda câmera russa que se preza foi copiada de alguma européia (ou japonesa, mas isso é assunto para outra hora)

A nova Jupiter 3+ é a releitura da Lomography dessa Jupiter 3, que por sua vez era cópia da Zeiss Sonnar 50mm 1.5… ufa, em resumo.

Especificações Técnicas da Jupiter 3+ 1.5/50

  • Distância Focal: 50mm;
  • Abertura: f1.5 – f/22;
  • Encaixe de Lentes: L39, Adaptador Leica M-Mount incluso;
  • Adaptador M-Mount, Disparador: 50mm Frame Line;
  • Engate para telêmetro: Sim;
  • Círculo de imagem mínima: 44mm;
  • Campo de Visão: 46 Graus;
  • Distância de Flange: 28.8mm (L39 Mount) 27.8mm (M Mount);
  • Menor Distância Focal: 0.7m;
  • Rosca de Filtro: 40.5mm;
  • Construção de Lente: 7 Elementos em 3 Grupos;

Construção

Ao que parece essa nova versão tem um controle de qualidade maior que o padrão russo (e porque não chinês) das antigas empreitadas da Lomography. Aliás, desde que resolveram investir no mercado de lentes premium e artísticas, com características bem peculiares e marcantes, vejo a qualidade (e o preço) dos seus produtos subirem às alturas. Quem não lembra da qualidade de construção da Supersampler? Ou da actionsampler?

Baseado no projeto antigo e adaptado para a modernidade das câmeras de hoje, a Jupiter 3+ é montada na mesma fábrica da Zenit e feita a mão por implacáveis cossacos russos. Exceto pela parte dos cossacos, nem sei se tem homens na linha de produção, podemos esperar uma lente de qualidade mecânica e ótica.

Mas não sei se vale o preço, mais de US$ 1000,00 já contando os impostos para o Brasil. Com o valor do dólar nem recomendo fazer a conversão, pois já sabe: quem converte não se diverte.

Mais fotos da Jupiter 3+ 1.5/50

Mais fotos com a Jupiter 3+ 1.5/50

Sem conclusão ainda

Como não colocarei as mãos em uma tão cedo, não posso dizer com precisão se vale a pena. Pelas imagens mostradas dá a impressão que se pegar uma Helios 44(alguma coisa) da Zenit que custa aí seus 120 reais (com câmera incluída) você pode ter uma lente para retratos com extrema personalidade sem precisar torra uma grana. Além da Helios, tem outras lentes por aí mais baratas e tão interessantes quanto, como por exemplo as SMC da Pentax, etc.

Tem mais mais informação sobre a lente no site da Lomography.

Links

Leia mais:

Artigo anteriorEletrofotografia ou fotografando com xerox Próximo artigoNo #instagram, Lomo LC-A de 1985, agora com manual e caixinha pra ficar beleza!

Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber a newsletter com notificações de novas publicações por email.

O que você acha?

Nome obrigatório

Website