Experiências fotográficas em filme e outras analogias...

É uma complicação, todo mundo que começa a brincar com revelação de negativos fica com o mesmo problema: como digitalizar suas fotos? Quando você revela um filme no laboratório eles podem fazer isso por você e suas fotos saem em CD, em alta resolução e máxima qualidade.

Mas como fazer isso em casa? A resposta mais limpinha é: compre um scanner de filme de qualidade, que custa caro e vale totalmente a pena. Mas se você não pode gastar agora, tem a resposta mais gambiarrinha: use seu scanner de mesa normal pra fazer experimentos malucos.

Como funciona?

Os scanner de mesa tem uma luz que ilumina corretamente o seu original opaco (fotos, documentos, etc) para que possa ler a informação visual com qualidade e gerar seu arquivo digital. Os scanners de filme trabalham com uma luz adicional na tampa, que ao atravessar seu original transparente (filme, negativo, ou outra coisa qualquer que não seja opaca) e digitalizar com qualidade.

Scan propriamente dito

No nosso caso da gambiarra, vamos fazer é forçar a reflexão da luz do scanner em algo atrás do negativo, fazendo o scanner “enxergar” a nossa foto. Pode ser a própria tampa branca do scanner, pode ser uma folha de papel branco, o importante é não ter texturas aparentes, estar limpo e ser branco, neutro, para não interferir mais ainda na conversão de cores mais pra frente.

Coloque seu negativo no vidro do scanner, faça o preview como normalmente faria com outro original opaco, mas tente mexer nas configurações do scanner pra mostrar ao máximo a imagem.

Faça o scan na maior resolução ótica possível, sem usar interpolação.

Com sua imagem no photoshop, duplique a camada para protegermos o original. Inverta a imagem.

Depois de digitalizar o negativo, há ainda uma outra etapa, que é neutralizar a cor da base do filme, que ao ser invertida gera uma imagem azulada.
Com o Levels, vá em cada cor do RGB e faça como nos exemplos abaixo:

E pronto. Isso é um ponto de partida. Brinque com diferentes configurações do scanner, tipos de material pra refletir atrás do negativo, diferentes configurações da ferramente Levels, etc. A qualidade da brincadeira vai depender do seu scanner, do seu negativo (120 vai melhor que 135) e da sua paciência e brincar com os canais após a inversão.

Mais fotos

Leia mais:

Artigo anteriorKodak Instamatic 177 XF, camerinha do coração Próximo artigoPolaroid i-Zone, a menor instantânea que já vi

Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber a newsletter com notificações de novas publicações por email.

33 comentários

  1. Bacana Julio, com a minha falta de scanner 120 esta é uma opção interessante! Uma coisa que faço logo quando pego um negativo é abrir o levels, pegar o conta gota branco e clicar na parte marrom da pelicula para eliminar a tendência dela nas cores, acho mais prático do que editar os canais um por um.
    abraço!

  2. julio diz:

    Essa é uma boa também, mais rápida. Vale a dica, usar o conta-gotas…

    Valeu!

  3. Ronaldo diz:

    Boa dica Julio, mas tenho uma dúvida.. após scanear o negativo, como fazer pra revelar?

    Obrigado

  4. julio diz:

    Oi Ronaldo, você quer dizer fazer a cópia da imagem em papel? Basta levar o arquivo digital para o laboratório e pedir pra fazer a ampliação, como se fosse uma foto de câmera digital.

  5. Mare diz:

    O que eu ja busquei na net sobre isso! Vou testar hj, mas eu uso um progama bobeira gratuito baixado na net, o photoscape, vou tentar dar uma “arrumada” na imagem com ele e ver no que dá.

  6. Curti a dica, vou experimentar. Já que o scanner que uso no trabalho é lento a vera para escanear negativo. E nem dá para comprar um para mim, no momento.

    Estava pensando uma coisa, mas é meio ariscado, pois não sei se poderia dar algum problema, que é colocar o negativo no vidro normal do scanner e comocar um espelho, para ver se a mesma luz emitida, reflete e ajuda na hora de captar. Podem acontecer várias coisa,s ficar brancão, queimar a luz, dar totalmente errado, ou dar a sorte de acertar… não testei ainda. rs.

    =)

  7. julio diz:

    Não danifica não o scanner.
    Só uma coisa, creio que se colocar o espelho direto sobre o negativo vai deixar um brancão, pois ele ira refletir totalmente a luz que vem do scanner. Teve um maluco que fez um experimento usando um triângulo de espelhos, pra deixá-los com um angulo em relação ao negativo. Vou procurar o link pra colocar como referência.

    Mas vale tudo nessa brincadeira. Só cuidado pra não quebrar esses espelhos ou riscar o vidro do scanner!

    Boa sorte nas gambiarras!

  8. Vinicius diz:

    Ola Julio, você poderia me indicar um bom scanner de negativos, eu dei uma olhada em um que tem no mercadolivre um tal de ION mais nem imagino a qualidade dele….
    Abraços
    Vinicius

  9. julio[dx] diz:

    Vinicius,
    Esse ION é bem restrito, tanto na qualidade quanto no tipo de filme que você pode escanear. Eu recomendo um da Epson, como o V700, ou Scan Perfection 2450 e similares.

    Scanners Flatbed são mais interessantes, pois você pode escanear filmes 135 e 120 também, o que torna mais legal no caso de você ter uma câmera como a Holga.

    Obrigado pela visita.

  10. Mauro Godoy diz:

    Olá Julio. Tenho um scanner TCE S430 (antigo) que tem opção para negativo, só que o manual não ensina como usa-lo. Quando tento dá a mensagem “erro de calibração”. Já tentei com vária configurações e até usando uma lâmpada fluorescente (No modo “negativo” a lâmpada do scanner não acende). Tens alguma dica que possame ajudar? Sua página é muito legal, virei fã.
    Grato, um abraço.

  11. julio[dx] diz:

    Mauro, não conheço direito o modelo e na internet tem pouca informação sobre ele. Mas uma coisa eu sei sobre scanners de mesa para filme, eles precisam de uma luz na tampa. O que pode ser é que seu modelo não veio com a tampa com luz, aí quando tenta escanear ele dá erro de calibração por não ter uma parte específica do scanner iluminada com a tampa para ele medir a intensidade da luz. Caso não seja esse o problema, procure iluminar a parte do scanner onde começa o escaneamento, geralmente é ali que é feita calibração. Fora isso só vendo mesmo se não é problema de driver, se a tampa é ativa (com luz) mas está com defeito ou desativada. Sinto não ter mais informações para te ajudar!
    Já tentou usar o Vuescan? É um software bem completo para scanner, não sei usar direito mas ele é bem contato pela comunidade analógica na internet.
    Boa sorte!

  12. Hanna Pontes diz:

    adorei a dica ‘gambiarra’!! Eu comprei uma diana mini mas o que me desmotivou para continuar tirando fotos foi a revelação em laboratórios, eles estragaram metade do filme e ficava muito caro pagar tanto por fotos que vinham todas estragadas, acabei aposentando e nem revelei o ultimo filme (fotos tiradas a 2 anos atrás). Hoje resolvi pesquisar mais sobre isso e cai no seu site, muito muito bom saber disso! Amanhã mesmo ja vou tentar fazer isso e ver como sai! Agradeçooo de verdade :)

  13. santiago diz:

    Bom día! eu tenho problemas com o portugues…tenho films negativos para revelar só que tem 8 cm x 10 cm…ñao sei cual scan e bom para isso..por favor me-escrive ao mail… muito obrigado!

  14. julio[dx] diz:

    Desculpe a demora, estive verificando com meus amigos quais scanners são legais para quem quer digitalizar seus filmes.

    Existem os da Epson (V600, V700 E V750) e os da HP G4050. Mas independente do scanner, sempre pense em usar o software Vuescan http://www.hamrick.com/ que é muito bom e melhor que os softwares que vem com o proprio scanner.

    Boa sorte na sua busca.

    E obrigado pela visita no site

  15. Bianca Carvalho diz:

    Adorei as dicas!
    Tenho pesquisado por scanners, e alguém aqui conhece o Scanner Epson Perfection V330 Photo ?

  16. julio[dx] diz:

    Bianca, brigado pela visita!
    Então, tenho ouvido falarem bem dele. Mas acho que o HP é mais em conta. Eu ainda não testei eles, só escutei comentários aqui e ali.

  17. Wellington Amancio diz:

    Existe alguma gambiarra que posso fazer no meu Scanner fotográfico Epson Perfect V330 que não escaneia filme 120 para que ele o faça? Desmontei a parte de cima e vi que se poderia alargar mais um pouco aquela área branca de escanear film 35mm sendo possível (eu acho…) fazer também com o filme 120. alguém já testou? Valeu!

  18. Bianca Carvalho diz:

    Obrigada pela resposta, Julio!
    na verdade, o Epson estava bem baratinho, por volta dos R$ 300 e poucos reais, bem mais barato do que eu tenho visto os HP.

    E sim, Wellington, eu estou esperando a mesma resposta! Estou pensando em comprá-lo!

    Aguardemos!

  19. Olá Bianca Carvalho. Eu tenho um. comprei há pouco tempo. Ele escaneia perfeitamente (talvez por isso seja chamado de Perfect rsrsr) os filmes 35mm. e ele faz isso de uma forma incrível: até 12.800 ppps em 48 bits. e ainda vc pode experimentar fazendo pós-dupla exposição (fazer dupla exposição depois de fotografar e revelar: basta escanear dois negativos um em cima do outro rsrsrs) Esse scanner não faz seu serviço em filmes 120, mesmo que vc compre um adaptador na loja lomography. veja alguns resultados de dupla exposição com negativos.

    http://www.lomography.com/homes/welliamancio/albums/1851204-mondo-bizarro-praktica-mtl-5

  20. Bianca Carvalho diz:

    Olá Wellington! Obrigada por me ajudar a escolher!
    Eu tinha visto na Livraria Saraiva, na parte de eletrônicos e etc, este scanner por este preço que eu falei. Voltei lá agora e cadê? Sumiu, acabou. Tristeza no coração…
    Achei o seu resultado interessante! É uma boa idéia! =)

  21. eu comprei o v300 no efacil

    é bom pegar logo o seu, pois a fotografia analógico está tomando um novo fôlego – que veio para ficar.

    http://www.efacil.com.br/redireciona/detalhe.asp?CodMer=2304963&midia=12&utm_source=BuscaPe&utm_medium=xml_Inform%C3%A1tica&utm_content=Scanners_2304963&utm_campaign=0

  22. Adriano Moraes diz:

    Eu andava imaginando fazer isso mesmo, bom saber que dá certo.

    Eu tenho um HP Scanjet G4050 mas os dois vidros emboloraram. Isso pq é a segunda unidade já. O primeiro pifou sozinho e a garantia trocou por um “refurbished”. Não deu muito certo pelo jeito.

    Uma pergunda ao colega Wellington: vale a pena esse V330? O preço tá bem bom se a qualidade valer.

    Valeu o artigo. Abraços!

  23. Wellington Amancio diz:

    sim vale à pena para filmes 35mm e dá para escanear sprockets: cara, através deste site, comprei uma Holga CFN 120 e o Julio me ensinou como usar filme 35mm nela, o que é sinônimo de sprockets muito lokos! Quer fazer o mesmo em Holga ou em Diana F+? RECEITA DO BOLO: basta colocar o negativo (até 6 quadros…) fixados com fita adesiva no meio de duas réguas escolares, de preferência de cor escura. CUIDADOS E MACETES ESPECÍFICOS: fixe o negativo nas réguas com fita adesiva por cima e por baixo da fita de cima COLOQUE MAIS FITA, para que não sobre nenhum espaço colante da fita de cima que possa grudar a base de vidro do scanner; se vc comprar réguas maiores que 30cm vai ficar perfeito,porque vc as corta de maneira que ela fique rente horizontalmente de um canto a outro da badeja do scanner, porém (PRESTE ATENÇÃO NESTE DETALHE), o scanner tem uma “jogada” contra gambiarras: e você fixar o negativo na régua e o negativo ficar rente no lado esquerdo ou direto da pesa de vidro do scanner o aplicativo não recOnhecerá, assim, descobri que pondo o negativo no mínimo uns 3,5 cm de distância de um canto a outro o aplicativo reconhece que é uma BELEZA! FIQUEI FELIZ COM OS RESULTADO. IMPORTANTÍSSIMO: antes de escanear ajuste MUITO DELICADAMENTE a gambiara (réguas com o negativos adesivado)usando o suporte original do Epson para que você tenha uma ideia da área que vai ser escaneada para não sai desta área ou ficar torto.

    bem. é isso, mas antes de tudo, como poderia democratizar esse achado sem o espaço fornecido pelo grande Julio Franca! Abraço a todos.
    PS. vou postar um vídeo no Youtube mostrando tudinho.

    quer ver os resultados da experiências? Prestigie-nos, man!

    http://www.lomography.com.br/homes/welliamancio/albums/1863118-reggae-band-second-holga-cfn-120-with-35mm-film

  24. dugil diz:

    Gente é so usar um branco de pagina inteira e virar sua led como tampa no scaner, e blz!

  25. Adriano Moraes diz:

    Primeiro de tudo: valeu Wellington! Vou atrás do scanner então. Tô vendo se arrumo um jeito de trazer um de fora já que é um quarto do preço que cobram aqui no nosso querido terceiro mundo.

    E boa dica Dugil, será que rolaria elaborar um pouquinho mais? Só para clarear a mente. Ou é simples como parece?

    Abraços!

  26. Wellington Amancio diz:

    Por favor Dugil, explique esse negocio maravilhoso que vc disse ai por alto, mano.

    Adriano Moraes, meu amigo, fico feliz por ter contribuído de alguma forma (pelo mínimo que seja)com seu sucesso fotográfico. aBraÇo.

  27. julio[dx] diz:

    Eu acho que a tua ideia, Dugil, é legal, mas corre o risco do grid de pixels do led aparecer do lado de trás do filme. Tem resultado com ela aí pra gente ver?

  28. yahoo diz:

    Julio, grato pela oportunidade e dicas; tenho – aos 74 anos – um grande volume de negativos, desde cenas de meus filhos crianças, etc. Tentei anteriormente, escanear com uma HP 4670, scanjet que uso para capas de LPs. Minha duvida é que os escaneamentos dos 35 mm preto e branco saiam pálidos, desbotados. Será que me faltou alguma providencia no processo? Grato.

  29. Provavelmente, pode ser regulagem no parâmetros de escaneamento do software, mas também pode ser que o negativo esteja muito claro. Se é em todos negativos sem distinção é no software. Não recomendo usar completamente no automático, acaba ficando sem contraste mesmo.

  30. Yahoo Cezar diz:

    Oh, Julio, muito obrigado por sua resposta rapidissima e cuidado em orientar-me. Vou segui-la. Na realidade é penoso a gente ter fotos historicas, de pessoas queridas da familia e nao poder digitalizar com qualidade para compartilhar. Um grande abraço.
    PS: estou entendendo que mesmo aquela Epson V330 tambem iria requerer a citada regulagem, como vc descreveu em comentario anterior. Grato mais uma vez.

  31. eriberto diz:

    eu tenho esse scaner sou fotografo tambem so que passei muito tempo sem usar e quando fui instalar de novo o cd tava totalmente arranhado n teve como instalar e eu ando a procura deste sorftware se alguem poder me ajudar encontrar o enviar p me por email ficaria agradecido eribertoms@ig.com.br

  32. Marcelo diz:

    Olá tudo bem, será que vocês podem me ajudar? tenho scanner HP 3770, mas não consigo digitalizar negativos. Será que é porque meu windows é o 7? o driver dele peguei no site da HP, mas não tem a opção de digitalizar negativos. Tentei usar o programa Vuescan,mas quando escolha a opção negativo ele não faz nada, e se escolher digitalizar imagens digitaliza sem problemas.

  33. Oi Marcelo, eu não manjo nada desse scanner. Mas se alguém aí conhecer ou ter passado pelo mesmo problema dá um alô?! Pode ser que tenha algum problema com a ligação da tampa com o resto, ou o driver mesmo. Se for problema com o driver do windows 7 você já experimentou usar em um computador com windows XP ou 8?

O que você acha?

Nome obrigatório

Website