Experiências fotográficas em filme e outras analogias...

organizando imagens no computador

Depois de algum tempo fotografando e escaneando as imagens analógicas você se depara com uma vasta biblioteca de imagens e é nessa hora que se torna obrigatório usar algum sistema de organização para evitar ficar maluco no futuro.

Organizando imagens no computador usando o sistema operacional

Com a minha experiência organizando arquivos de trabalho em agência de propaganda, aprendi alguns truques para garantir minha sanidade ao guardar e recuperar arquivos depois de muito tempo. Adaptando para a fotografia analógica, cheguei a esse sistema que apresento aqui.

Tem gente que usa o Lightroom, tem gente que usa o iPhoto, tem gente que usa outros aplicativos para organizar as bibliotecas. Mas como mudo muito de computador me irritou não ter os mesmos aplicativos a cada novo sistema operacional. Ai resolvi que é melhor para mim depender só da estrutura de pastas e arquivos bem genérica de sistema operacional, que vale para todos eles.

Lembrando que isso é só para os arquivos digitais, os negativos e ampliações que são coisas físicas ficam para um outro artigo, tá?

Basicamente é uma forma de organizar as pastas uma dentro da outra seguindo uma regrinha que acho bem, hum, mais organizada. Enfim, um exemplo disso ficaria mais ou menos assim:

Fotografia Analógica\Holga\Filmes\2014-12-16 – Portra na praia

Parece simples, e é! Mas me salvou de ficar com uma pasta com infinitas pastas dentro dela (como era a minha desorganização anterior).

1) Tipo de fotografia

Apesar de um grande entusiasta da fotografia analógica eu ainda fotografo (e muito) com câmeras digitais. Assim a primeira parte do meu sistema de organização é separar por tipos, com duas pastas diferentes: Fotografia Analógica e Fotografia Digital.

Organizando imagens no computador - tipos de fotografia

2) Câmeras

Para o segundo nível de pastas eu organizo uma lista de câmeras, já que também sou colecionador e tenho dezenas delas. Mas mesmo se tiver duas ou três já é importante separar por câmera. Depois de muitos rolos batidos você vai agradecer ter separado. Fica bacana ter todas suas câmeras nomeadas e em ordem alfabética!

Organizando imagens no computador - câmeras

3) Ponto de vista

No meu caso eu gosto de manter juntas as fotos tiradas DA câmera com as fotos tiradas COM a câmera, para facilitar encontrar ambas. As fotos DA câmera geralmente são digitais mas com o único objetivo de catalogar o equipamento, para uso no blog ou só compartilhar naqueles momentos ostentação. Assim ficam como subpasta da câmera essas duas: câmera e filmes (ou fotos no caso das digitais).

Organizando imagens no computador - pontos de vista

4) Filmes (ou fotos no caso das digitais)

Aqui começa a dor de cabeça. Nomear pelo filme ou pelo código do laboratório é problemático pois sempre vai ter nomes muito parecidos. Descobri que nomear pela data da fotografia (ou da revelação do filme) mais um nome relevante já é o suficiente pra manter a ordem.
Mas aí que vem o pulo do gato: nomear as pastas com a data primeiro, na ordem ANO, MÊS e DIA (sendo esse opcional) é a melhor forma de manter a ordem das coisas, pois os computadores organizam por ordem alfabética / numérica. Assim ele agrupa primeiro os anos, depois ordena pelo mês e por fim pelo dia, mantendo um ordem cronológica aceitável.

Organizando imagens no computador - filmes

5)Baixa e alta resoluções

Na pasta do filme deixo as imagens em uma resolução razoável para usar na internet como 900 ou 1200 pixels na maior medida e costumo deixar uma sub pasta para as fotos em alta resolução, ou os scans brutos, para caso precise no futuro, como ampliações em papel ou para usar em exposições. Já caí muito na besteira de ter no computador apenas scans de baixa resolução já que tenho o filme original guardado. Mas refazer o scan nem sempre é viável, principalmente hoje em dia que estou sem um bom scanner de filme. Vale a pena guardar já em boa resolução para ampliações maiores que o padrão 10x15cm.

Enfim, é assim que venho organizando imagens no computador usando apenas o sistema operacional. Espero que ajude a organizar as suas fotografias.

E quem tiver alguma coisa a acrescentar, compartilhe comentando aqui. Quero saber como vocês organizam suas imagens.

Leia mais:

Artigo anteriorNikon F3 - manual e diagrama de peças Próximo artigoTransferir uma fotografia para madeira

Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber a newsletter com notificações de novas publicações por email.

4 comentários

  1. Damião Santana diz:

    Para fotografia analógica eu costumo subir tudo para o Flickr (ainda). Lá eu escolho o que vai ficar público (the best) ou pessoal. Daí eu identifico todas as imagens com Tags e o mais IMPORTANTE: atribui a cada foto o mesmo número da tag que o lab me fornece. Aquele adesivo que vem pregado na ponta do filme. Desse modo eu consigo localizar num rolinho de negativo a foto que eu estou procurando (e que foi foi previamente vista no meu Flickr). Naqueles casos que eu quero re-escanear de forma decente algum negativo, etc.

    Bem quanto a fotos digitais eu crio pastas do tipo: 2014-12/D90 viagem Salvador familia praia
    O ano na frente pois isso ajuda a organizar numa linha do tempo e facilita buscas futuras. O resto é nome da camera e tags das fotos. É o máximo que eu consigo fazer.

    Faço o mesmo tb com as fotos analógicas, nos depósitos locais de meus HDs externos.

  2. Depois que mando revelar e scannear os negativos eu renomeio os arquivos da seguinte forma:

    XXXXYY(Z).jpg

    XXXX número de 0000 a FFFF do álbum – considero cada filme e cada conjunto de fotos digitais um álbum
    YY número de 01 a 99 para cada foto do filme
    YYZ número de 001 a 999 para cada foto digital

    No caso do número do álbum estou usando número hexadecimais (0 a F) que no total me dão a possibilidade de ter 65.536 álbuns, enquanto se fosse número decimal (0 a 9) me daria um total de 6.561.

    Eu tenho álbuns de negativos onde coloco os mesmos. Mesmo que fique espaço em branco na folha do álbum eu pulo para outra folha ao começar um novo álbum. No topo de cada folha eu coloco o nome do filme – 001A 1/1 ou 1/2 se for o caso.

    Eu renomeio todas as fotos em sua ordem e uso o Lightroom para guardar e organizar digitalmente. Tenho uma biblioteca de tags que facilita muito minha vida porque o Lightroom já aplica as tags em cada foto automaticamente ao exportar.

  3. Boa, Damião. Mas eu não confio muito na nuvem, preciso melhorar meu relacionamento com ela.

    Mas no windows dá pra colocar tags nas fotos pra buscas futuras, queria que no mac desse também sem precisar de iphoto e afins…

  4. Duh Machadi diz:

    Julio, o mac faz sem o iphoto, manda mostrar a informação, igual no windows, e la tem um campo de tags.

    Eu organizo usando o iphoto mesmo, ou por pastas, no esquema AAAA-MM-DD-opicional-sobre-o-evento
    as analógicas organizo pelo tipo de filme usado, tipo Kodak Gold ISO XX e assim vai, o nome das fotos digitais deixo as da camera, nas analógicas coloco KG400XX (kodak gold 400)

    Gosto muito da biblioteca do iphoto, muito mesmo, mas quando ela cresce fode a vida, então estou em um trabalho de separa por ano, e criar uma para cada ano, assim fica mais fácil de gerenciar as mesmas.

    Odeio o LR para organizar as fotos, ele consegue ser mais lento que o iPhoto.

O que você acha?

Nome obrigatório

Website