Experiências fotográficas em filme e outras analogias...

É muito legal ver o trabalho de quem ainda dá valor e gosta do trabalho com filmes. A fotografia analógica tem mais espaço pra te dar satisfação em fazer algo com as próprias mãos que o digital não tem (tanto): dá pra construir sua própria câmera, revelar e ampliar seu filme com suas próprias mãos, você pode inclusive criar seu próprio químico de revelação!

Eu não conhecia Rosangela Andrade, laboratorista profissa que tem um labotório em SP, o Laboratório Imágicas, mas com certeza já esbarrei em uma foto revelada e ampliada por ela. Legal o Estadão publicar este vídeo. Temos que garantir a manutenção dessa rara espécie de ser humano, que sabe dar valor ao que é bom.

Dou vida ao trabalho de quem ainda acredita no analógico mesmo com a pressão do mercado

Pra quem gosta de por a mão na massa, é sensacional! E com esse vídeo do Estadão TV ainda dá mais gosto por fotografia preto e branco! Divirta-se!

Video

Sobre Rosangela

Rosangela Andrade é laboratorista profissional desde 1989. Trabalhou com o Fotografo Zé De Boni na Album Laboratório. Em 1992 abriu seu próprio laboratório, Imágicas Laboratório Fotográfico. Em vinte anos de atividade ampliou imagens para exposições e livros de grandes nomes da fotografia brasileira, como Cristiano Mascaro, Thomaz Farkas, Tiago Santana e Ed Viggiani.

Link

Leia mais:

Artigo anteriorAtualização do Flickr, 2013 Próximo artigoFilm Episódio 4: "Interpretation" - para bom entendedor...

Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber a newsletter com notificações de novas publicações por email.

O que você acha?

Nome obrigatório

Website