Experiências fotográficas em filme e outras analogias...

Não é preciso gastar os tubos em uma lente cara para fazer macrofotografia, como a maioria das coisas que podemos fazer em fotografia, claro. Se você é dos que gostam de se virar sem precisar gastar muito, então mãos a obra.

Método Mega Simples

Simplesmente coloque uma lente de aumento na frente da lente da sua câmera e pronto. Quanto maior a ampliação que essa lente proporcionar, maior a ampliação na sua fotografia. Use lentes velhas, lupas, conta-fios, não importa, contando que sirva pra aumentar as coisas. Existem até lentes de aumento específicas pra fotografia, as famosas +N-alguma-coisa (N-alguma-coisa é o fator de ampliação).

Aí, pra saber como fazer o foco (caso você não tenha uma SLR), use essa dica pra fazer “preview” da imagem e aprender a distância do foco.
Esta dica serve tanto para câmeras de lente fixa quanto de lente intercambiável.

Método Espertinho

Se você tiver uma câmera SLR é mamata. Tire a lente, inverta e encoste na câmera no lugar dela e se aproxime de um objeto bem pequeninho. Simples assim. Para tornar a “gambiarra” mais efetiva, existe no mercado anéis de inversão, que você encaixa na câmera e rosqueia a lente já invertida. E tem ainda a versão mega-cara para câmeras com foco automático, mas aí foge do propósito de baixo custo X diversão DIY.

Método Clássico

Como o anterior, é com a própria lente da câmera SLR, mas ao invés de inverter a lente você aumenta a distância dela em relação a câmera. Você pode usar um cano plástico pintado de preto e até papelão, ou então comprar em lojas de antiguidades fotográficas tubos de extensão. Tem os que são fixos e os de fole, que você pode aumentar ou diminuir a distância da lente conforme sua vontade.

Conclusão

Viu que é fácil chegar ao maravilhoso mundo da macrofotografia sem investir pesado em uma lente especializada usando materiais que provavelmente você já tem o tem fácil acesso. Tudo depende de tempo, vontade e informação. Divirta-se!

Mais fotos

Links

Reversion lens group no flickr.

Leia mais:

Artigo anteriorRevista Strombolli, Edição #3 Próximo artigoTimer analógico para fotografia

Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber a newsletter com notificações de novas publicações por email.

O que você acha?

Nome obrigatório

Website