Experiências fotográficas em filme e outras analogias...

Bulldog 4x5 Bellows_min_max

Fuçando a Internet descobri que o negócio de fotografia de grande formato é bem grande, não só no formato, como no investimento, sendo bem carinho entrar nessa onda de fotão, mas tem algumas excessões como a Bulldog 4×5! É o que sobra pra nós, meros mortais, a alternativa DIY ou faça-você-mesmo em pt-br.

Mas construir uma câmera com caixotes de madeira, papelão ou até lego não me empolgou pelas dificuldades técnicas de fazer os mecanismos da coisa toda.

A Bulldog 4×5.

Enfim, lembrei de um kit que chegou a ser comercializado pela Sociedade Lomográfica (também conhecida como Lomography ;-), a Bulldog 4×5.

Esse kit era composto de ferragens e peças de mdf cortadas com laser, o fole, o vidro despolido e um pinhole para já sair fotografando com ela assim que terminar a montagem e secar a cola.

Bulldog_5x4_Movements

Na extensão máxima e fechada

Ela tinha uma versão 10×8, que deve ter o mesmo jeito de montar. O legal é que vem em kit de montagem com manual, ninguém precisa ser um engenheiro para executar os calculos malucos e construir peça por peça para ter a sua grande formato. Eu fico imaginando o trampo de fazer o fole dobrando pedaço por pedaço, ou de criar um sistema que movimente a frente da câmera ou até o balanço da parte frontal onde fica a lente. Sei lá, muito trampo fazer tudo na unha e é por isso que acho esse kit muito incrível.

Bulldog_5x4_Back_GroundGlass

Imagem formada no vidro despolido!

A Bulldog 4×5 é essencialmente uma grande câmera pinhole!

O fato de não ter a lente no kit barateia mas cria um probleminha para quem quer mais qualidade de imagem em seus grandes negativos. Realmente, a qualidade do Pinhole fica a desejar se comparado ao resultado obtido com uma boa lente.

Conversei com o dono das fotos deste post pelo flickr, o René, e ele me disse que no final das contas é uma câmera leve, prática, mas com algumas limitações de extensão máxima aberta e o fato da traseira não inclinar, mas para uma câmera “iniciante” é ótima (ele diz isso pois tem lentes pra ela, né).

Enfim, seria uma forma mais divertida de entrar na brincadeira. Ela custa em torno de 200 libras (o que é bem caro com o maldito câmbio), e seria bom achar um jeito disso chegar no Brasil sem precisar pagar imposto o_O ! Mas no mercado livre não achei nada mais em conta (atualmente está bem difícil de encontrar, quem tiver dicas, avisa).

201208_16_02

Resultado da Bulldog com Pinhole!

Na época que ele surgiu na lojinha da Lomography eu fique até tentado, mas achei ela grande demais e complicada demais na época, que a onda era gastar na Lomo LC-A ou na Holga. Bons tempos de gastar 4 rolos de filme por semana!

Assista ao video da montagem da grandona!

Eu confesso que fiquei ainda mais interessado em fotografar com grande formato agora que descobri que é relativamente acessível conseguir um kit que resulta em uma câmera tão melhor do que uma caixa de papelão! Se você também curtiu, clique pra comprar: bulldog 4×5 kit não sei onde ainda vende, no site original tem outras câmeras menos essa. Ou se quiser pra saber mais: fotos e dicas de rené, do flickr.

Onde será que arruma um projeto desses só pra levar numa loja que corta MDF a laser?


Publicado originalmente no blog queimandofilme em 21 de novembro 2012

Leia mais:

Artigo anteriorCuriosidade: sabia que o “olho” do HAL 9000 era uma lente fisheye de verdade? Próximo artigoConheça a Kodak Brownie. Ou “aquela câmera em forma de caixinha…”

Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber a newsletter com notificações de novas publicações por email.

Junte-se a 1.579 outros assinantes

O que você acha?

Nome obrigatório

Website