Experiências fotográficas em filme e outras analogias...

Eu sou do tempo que a fotografia analógica era chamada apenas de “fotografia”, simplesmente por que era o único tipo de fotografia que existia. Até tinha a polaroid com sua fotografia instantânea, mas mesmo ela era apenas fotografia (só que a foto saia bem mais rápido que as outras). Fotografo com as “câmeras de filme” desde antes da fotografia digital cair no gosto do povo.

Fotografia Analógica ou simplesmente fotografia

Fotografia Analógica - Lomotrade, troca de câmeras e filmes por correio - DXFoto

Lomotrade, troca de câmeras e filmes por correio

As primeiras câmeras

A minha primeira câmera foi a Arrow Jr., uma box 120 que existia na minha caixa de brinquedos desde que me entendo por gente. Foi da minha bisavó (ou foi da minha tiavó?) e era muito antiga, além de estar quebrada. Eu brincava que era minha “câmera de cinema” e ficava girando o avanço do filme como nas filmadoras manuais antigonas!

Fotografia Analógica - Olympus Trip 35 - DXFoto Fotografia Analógica - Arrow Jr. - DXFoto

A primeira câmera que usei mesmo foi a Olympus Trip 35 que do meu pai, em algumas viagens no início dos anos noventa. Perdi muitas fotos e só fui pegar mesmo em uma câmera mais seriamente depois de 96, quando chegou nas minhas mãos a Pentax MX. Aí começou a ficar séria a brincadeira. Usava rolos e mais rolos de Konica ISO100 e pedia para o laboratório não corrigir as cores, pois adorava as variações de cores de acordo com a luz predominante na imagem: sol, lâmpada incandescente, fluorescente, vapor de mercúrio, etc.

A faculdade ajudou a solidificar essa vontade de filmes com o laboratório de fotografia onde revelava preto e branco e fazia bagunças no estúdio.

Fotografia Analógica - pentax color [o começo de tudo] - DXFoto

Adidas Streeball, Pentax MX, Konica 100

Depois da popularização de um outro tipo de fotografia que já não usava mais processos analógicos físico/químicos para gravar uma imagem que começamos a dividir a fotografia entre digital e analógica. Para os que gostam de novidade, a analógica passou a ser considerada velha, antiquada, cansada, cara ou fora de moda.

Mas então veio a saudade, bateu aquela vontadinha de gastar uns filmes até porque as digitais demoraram pra ter uma qualidade de imagem que rivalizasse com uma uma simples Olympus Trip e então virou moda de novo, caiu no gosto dos mais modernos que começaram a tratar fotografia analógica como arte.

felizes

Smiles, Macro, Pentax MX, Konica 100

Eu demorei muito tempo para começar a clicar com uma digital, pelo custo e por gosto, curtia muito mais minha Pentax MX com um simples Kodak Proimage 100 do que as digitais da época que eram bem tosquinhas. Depois que as compactas começara dar resultados mais satisfatórios passei a experimentar e hoje uso muito mais o celular pra captar as tranqueiras do dia-a-dia e deixar a “arte” para fazer com filme que é mais caro e mais demorado.

Mas sinceramente, apesar das facilidades e da crescente qualidade do digital, nada se compara a delícia de fotografar com filme.

Leia mais:

Artigo anteriorChaveiro de rolo de filme 120 DIY em 10 minutos Próximo artigoIlford defende fotografia analógica com câmera pinhole 8x10

Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber a newsletter com notificações de novas publicações por email.

O que você acha?

Nome obrigatório

Website