Experiências fotográficas em filme e outras analogias...

kwanon 1934

Antes de ser A Canon, a toda poderosa da fotografia e arqui-inimiga da outra toda poderosa Nikon, era a Kwanon, uma câmera japonesa que “copiava” a Leica. Isso era o padrão da época, não tem nenhum demérito nisso. Claro que sabemos onde isso foi parar e hoje a Canon não tem nada de copia da Leica.

Copia é meio forte de se dizer, mas é só olhar para a carinha dela e notar as semelhanças com a câmera alemã, mas a bem da verdade segundo a própria Canon ela foi o auge e recompensa pelo esforço de engenharia japonesa de correr atrás dos avanços da fotografia européia (leia leica e contax) e trazer esses avanços para o Japão! Claro que se inspiraram nos alemães!

E a Kwanon é a primeira câmera de obturador de plano focal do Japão e isso é alguma coisa!

História

Tudo começou nos anos 1920 quando Goro Yoshida conheceu um americano em uma viagem a Shanghai, que o provocou ideias revolucionárias ao dizer que o Japão produzia bons navios de guerra e não seria difícil fazer câmeras como os europeus.
Inspirado por isso, mais a sua revolta pelo custo elevado de uma Leica na época (sempre foram caras, não?) descobriu que dentro de uma Leica tinha componentes de fácil reprodução com custos relativamente baratos. Nascia aí a centelha inicial de uma das mais importantes fabricantes de câmeras do mundo.

Eu apenas desmontei a câmera assim, sem nenhum plano, simplesmente para ver o que tinha dentro. Eu descobri que dentro da câmear não havia nenhum item especial, como diamantes. Eram peças de latão, alumínio ferro e borracha. Fiquei surpreso em saber que esse tanto de materiais baratos foram colocados dentro da câmera e ela custando tão caro. Isso me deixou furioso.
Goro Yoshida

Kwanon 80anos Canon DXFoto

Acima tem uma propaganda do protótipo da Kwanon que saiu na Asahi Camera Magazine nos anos 1930! E sim, ela não passou de um protótipo, com no máximo umas 10 unidades feitas pelo Yoshida San, mas nunca chegou ao mercado. Mas ela foi o pontapé inicial, o longa que deu origem a série, a primeirona, a bandeirante que abriu a picada pras câmeras que viriam depois.

Eu escrevi rapidamente sobre essa câmera interessante e tão importante para a fotografia moderna no Queimando Filme em um artigo sobre o grande museu online da Canon onde ela conta a sua história, passando de modelo em modelo, traçando um linhagem histórica entre a Kwanon e as modernas DLRs EOS. Neste mesmo artigo eu pensei até em tombar pro lado da Canon, mas por enquanto sigo nas trincheiras da Pentax com um pezinho na Nikon. Mas voltando ao assunto…

80 anos da Kwanon

80 anos! Uma verdadeira senhora! Outro dia a gente estava comemorando o aniversário de 175 anos da fotografia, olha só a Kwanon é só 95 anos mais nova!

Enfim, logo depois de lançar a Kwanon, 2 anos, eles desenvolveram e lançaram a Hansa Canon, a primeira Canon 35mm comercial (com lente nikkor, mas é só um detalhe). Mas isso é assunto para outro artigo, um outro dia.

O resto é história.

Links


via Films not dead – F.N.D.

Leia mais:

Artigo anteriorLeica M3 recortada e sua beleza interior Próximo artigoFilm Episódio 11: "Large Format (Grande Formato)"

Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber a newsletter com notificações de novas publicações por email.

O que você acha?

Nome obrigatório

Website