Experiências fotográficas em filme e outras analogias...

Se você tem uma dessas maravilhosas Olympus Trip 35, mas por algum motivo não está funcionando, pode começar a juntar as ferramentas e se preparar para uma aventura para quem tem coração forte: desmontar uma Trip para manutenção ou conserto.

As vezes uma Trip não funciona por N motivos: medidor de selênio pifado (segundo o manual é pouco provável), cabos rompidos, parafusos soltos, etc, etc, etc. Ou então está com a lente emperrada ou solta. Nestes casos você pode levar em uma oficina especializada e esperar uma cobrança que pode ser maior que o investimento feito na câmera ou então se aventurar em abrir você mesmo. Não sem ajuda!

Tem um guia ilustrado com fotos (mas em inglês) que tem algumas imagens fortes como essa:

Uma Olympus Trip 35 desmontada!

Baixe o PDF, estude com carinho e atenção. Se quiser treinar com uma Trip “muito” pifada é até melhor.

Links

Boa sorte! Obs.: Não me responsabilizo por qualquer problema e dano na sua câmera. Portanto tente isso por sua conta e risco!

via

Leia mais:

Artigo anteriorAs famosas câmeras espaciais da Hasselblad que foram parar na Lua Próximo artigoAdesivos de ícones de câmeras, ou câmeras icônicas

Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber a newsletter com notificações de novas publicações por email.

9 comentários

  1. PMello diz:

    Se o amigo tem estima em sua maravilhosa Olympus Trip 35, o melhor que tem a fazer é entrega-la na mão de um bom técnico autorizado.
    Vale também orienta-lo para não deixar a lente exposta à claridade, protegendo-a sempre com a tampa da lente. Abraços. PMello

  2. Diferente do colega Pmello, eu sou adepto do faça você mesmo. Já cheguei até mesmo a desmontar, lubrificar, remontar e regular um relógio mecânico antigo. E ficou muito bom.
    Uma Trip35 pode ser encontrada hoje por volta dos 50 reais. Mesmo que alguém consiga destruir a sua, o que acho MUITO difícil, pois é uma câmera bastante robusta, o prejuízo não será tão grande.
    Caro Júlio, o link para o arquivo PDF está quebrado. Se você possuir uma cópia gostaria muito que me enviasse uma cópia para meu email.
    Muito bom seu blog. Parabéns!

  3. Paulo, o link foi corrigido! Obrigado pelo toque, tava assim desde a troca do domínio, esse escapou do pente fino (nem tão fino então) que passei nos links, ;)

  4. Muito obrigado pelo link. Material ótimo. Hoje pela manhã comecei a restauração de uma Brasilmatic Box (clone das Kodak Brownie). Se quiser conferir o passo-a-passo: http://www.flickr.com/photos/34764628@N02/sets/72157634617646681/
    Grande abraço

  5. Paulo, que jóia você restaurar essa Box, bem parecida com a minha! Vou acompanhar!

  6. Izaak vaidergorn diz:

    Acho fantáticas as tuas dicas.Tenho 68 anos e quando tinha meus 16 anos já fazia experiências com papel celofane colorido e lentes que deformavam com minha Olympus pen.Ia pra frente e voltava.Passei um tempo com minhas Pinholes.
    Acho que vc devia achar alguém capaz de fazer uma gambiarra com o “scanner dos iphones ou smart.Gostaria muito de mostrar minhas fotos na África (Mali) quando usei as O.Pen.
    Um abraço
    Continue com suas surpresas

  7. Obrigado Izaak, que bom que tem gostado! Não consigo publicar com a frequência que gostaria mas tenho me esforçado! Sobre o scanner, já tentou fotografar seus negativos com a digital mesmo, e depois inverter no photoshop? Eu já fiz e fica ótimo, dá um trabalho mas resolve para quem não tem scanner. Quem sabe não consegue compartilhar com a gente essas fotos com as Olympus Pen (aliás, eita camerazinhas boas essas pequenas pens).

    Abraço e obrigado!!!

  8. Julio Cesar diz:

    Oi Julio, muito legal o site! A Olympus Trip começou a ser muito procurada e os preços já chegam a R$ 200,00! Tenho feito algumas experiências com fotografia macro de negativos e inverte-los na cor mas não tenho tido sucesso. A perda de qualidade é grande. Abraço. Julio

  9. Hey xará, valeu! Sim, a Trip tem sofrido uma supervalorização, ainda sim é uma ótima câmera de mecânica e ótica incríveis pelo preço.

    Eu meio que desisti de fotografar negativos.

O que você acha?

Nome obrigatório

Website